Pesquisar este blog

terça-feira, 11 de julho de 2017






A CASA DE JESUS

Texto: João 1:35-51





Porque eles  queriam saber onde Jesus morava?

É importante saber onde o discipulador mora? Porque?

Discipular em casa é o lugar certo de fazer discípulos(as)

Podemos levar nossos discípulos (as) para casa?

Como está a sua casa?

Nossa casa é o nosso testemunho, o lugar que nos mostra verdadeiramente

Porque muitos não querem levar os discípulos(as) para casa?

Na casa de Jesus foi gerado:

1.      André e João eram infrutíferos e agora já ganharam Pedro (Simão), da família, Felipe da cidade e Natanael.

Em casa geramos discípulos frutíferos e levantamos nossos 12. Foi em casa que Jesus começou a levantar os seus 12 e gerar discípulos frutíferos.

2.      Deixaram de ser discípulos de João Batista para serem discípulos de Jesus, uma boa escolha.  De quem são somos discípulos? A quem estamos ensinando a seguir?

Em casa tiramos os discípulos(as) do deserto. O mover de Deus está nas casas. As pessoas da célula precisam ter um encontro com Jesus, nossa casa precisa ser de Cristo, Jesus precisa estar lá e ser um ambiente que gere libertação e cura. Enquanto só ouviram falar de Jesus através de João Batista não desatavam, quando tiveram uma experiência com Jesus a célula encheu.

3.      Se tornaram frutíferos dando os primeiros frutos. Nas casas nascem os líderes, Pedro foi gerado em uma casa(célula). André se tornou um seguidor e um grande evangelista, sai e ganha Felipe que era da mesma cidade. Pedro era irmão (família), Felipe da cidade, a cidade começa a vim para a célula.

Natanael , estudioso da lei, se encontra com Jesus e se converte a Ele, homem em quem não havia engano.

Através da célula de Jesus  a família, a cidade e até conhecedores da lei se convertem e veem.  Para quem estamos fazendo discípulos? Pense nisso!

Podemos começar a fazer discípulos(as) e levantar nossos 12 em nossa casa como fez Jesus?

Coloque sua casa em ordem, lá começa uma grande colheita e a conquista de uma cidade.





Nenhum comentário:

Postar um comentário