Pesquisar este blog

segunda-feira, 11 de maio de 2015

A unidade que atrai a multiplicação saudável

A unidade que atrai a multiplicação saudável
Domingo 03/05/2015

Reunião de líderes
  

O que a igreja em células precisa para romper?

Pedro, Tiago, João e Paulo

Pedro jogava a rede quando foi chamado
Tiago e João consertavam as redes
Paulo executou o plano de Deus quando era fabricante de tendas.

As redes são as células, que os líderes cuidam
Eles precisam ser saudáveis e bem treinados
A pescaria não era com anzol, mas com redes
Pedro é a igreja que lança as redes

Tiago e João
Eles consertavam as redes, porque quando puxamos as redes que têm muitos peixes, elas se rompem, geram buracos, perde-se a pescaria. 
Temos que consertar os buracos das redes, e estes são os pastores que consertam, os 12, ( no nosso caso). 
A igreja em células cuida das pessoas, hoje a tecnologia afasta as pessoas
O sistema celular nos dá condições de cuidar de perto. 
Os pastores têm que treinar seus líderes bem, visitá-los e encorajá-los. 

Paulo
Armava e fazia tendas
Assim é o apóstolo, arma a tenda para consolidar a todos. 

A visão não funciona sem essa supervisão. 

Esses três devem estar em sintonia
Vamos ganhar muitas famílias para jesus
Não vamos desistir de ninguém, porém, não desista de nós. 


A unidade desses três traz multiplicação saudável 

A unidade é acima da vontade.
Para se chegar à unidade deve-se primeiro abrir mao da vontade em algumas situações.
O que direciona a unidade é o proposito.
Se o propósito for maior que nossas vontades a unidade sairá vencedora.
Quem serve ao próprio ventre não consegue ter unidade
Unidade não é comunhão.
Tem gente que tem comunhão e não tem unidade
Unidade é mesmo proposito, compartiLhar mesmos sonhos
Obedecer comandos em prol do proposito
Mesma linguagem
Um só Deus, um só batismo, uma só fé.
Abrir mao dos seus direitos, se preciso for, para ver o propósito da equipe alcançado.


O Senhor responde as nossas orações, mas a oração que Jesus fez em João 17:20-23 nós é que temos que responder.
 Acredito que se decifrarmos como era a unidade de Jesus com o Pai,  responderemos.
E rogo não somente por estes, mas também por aqueles que pela sua palavra hão de crer em mim; para que todos sejam um; assim como tu, ó Pai, és em mim, e eu em ti, que também eles sejam um em nós; para que o mundo creia que tu me enviaste.  E eu lhes dei a glória que a mim me deste, para que sejam um, como nós somos um; eu neles, e tu em mim, para que eles sejam perfeitos em unidade, a fim de que o mundo conheça que tu me enviaste, e que os amaste a eles, assim como me amaste a mim.
João: 17. 20-23

A unidade de Cristo com o Pai:
. unidade no Espirito. O Espirito Santo é a fonte que alimenta e o que nos move, assim como Jesus. A fonte de poder. Para isso precisamos esmurrar a carne pois os dois militam um contra o outro. Quanto menos carne mais do Espirito em nós.
Unidade gera-se no Espirito.
A carnalidade atrapalha a unidade
. abrir mao da vontade própria. Jesus no Getsemani abriu mao de sua vontade para cumprir a vontade do Pai.
Não quer dizer que não teremos mais vontades próprias, mas todas as vontades que nos tiram do proposito devem ser renunciadas.
Vontade e unidade rimam, mas não combinam. "Já não vivo eu mas Cristo vive em mim". Na unidade fazemos a vontade do pai para cumprir o proposito.
. o proposito é maior que a vontade.
. estar em linha com o trono e com o mentor. Na linguagem e no proposito.
. se doar para que o proposito seja cumprido. Jesus não viveu só para respirar e passar uns anos na terra, Ele doou sua vida na cruz, abriu mao de suas vontades para que o proposito se cumprisse.
A bussola da unidade é o proposito. Tudo deve andar em linha com o propósito.
 Se decifrarmos como é a unidade de Jesus com o pai, certamente responderemos a oração de Jesus. Em consequência, o mundo saberá que o pai o enviou.
Se a sua vontade prevalece, a unidade não vence.
Pelo proposito, teremos que abrir mao de muitas coisas.
nem todos que se unem têm unidade, mas todos que têm unidade são unidos.
 Nem toda união é boa. Depende do propósito.
Uns têm um proposito mal e se unem, a igreja, que tem o proposito certo, ainda engatinha no quisito unidade.
Torre de Babel
É simples assim: para se se ter unidade é preciso morrer.
Para o eu, a carne, o ego, para o mundo, para o pecado, para o orgulho. Enfim, é como os spartanos: "quando morremos encontramos a liberdade".
Na unidade fazemos a vontade do pai.

Um comentário:

  1. Muito bom o estudo, verdadeiramente nosso apóstolo nos leva a sabedoria e conhecimento sempre com abordagens reveladoras e muito esclarecedoras com uma linguagem de fácil aprendizado. Nos tornando líderes melhores. Obrigado papito

    ResponderExcluir