Pesquisar este blog

quarta-feira, 3 de junho de 2009

ESTUDO DE CÉLULAS DA SEMANA

OS RESULTADOS DA OBEDIÊNCIA
BOAS VINDAS: RECEBER NA PORTA COM UM SORRISO, UMA BALA E UM CARTAO.
QUEBRA GELO: VOCÊ JÁ FOI CORRIGIDO(A) POR TER DESOBEDECIDO ALGUÉM?
LOUVOR E OFERTA
MENSAGEM: Texto: Mc 1.9-11 - Textos complementares: I Co 2.12-13; Jo 3.1-3; At 10.38; Hb 5.8-9
“No momento em que saía da água, Jesus viu o céu se abrir e o Espírito de Deus descer como pomba sobre ele. E do céu veio uma voz, que disse: Tu és o meu Filho querido e me dás muita alegria” (Mc 1.10-11).
O caminho do discipulado de Cristo demanda obediência a Deus. Cumprir, portanto, os seus mandamentos, é de extrema importância, mesmo quando, aos olhos dos outros, isso possa não parecer necessário.
Jesus não precisava de um batismo de arrependimento, porque nunca havia cometido qualquer pecado em sua vida. O próprio João Batista recusava-se a batizá-Lo, por não identificar nEle qualquer atitude que demonstrasse tal necessidade. Mas, por obediência, Jesus seguiu todos os passos necessários determinados pelo Pai. Como resultado, logo que saiu das águas do batismo, algumas experiências marcaram sua vida.

1 – Jesus Viu os Céus se Abrirem
Que maravilhosa a experiência de poder ver os céus se abrindo. Creio que todo cristão que tem o privilégio de passar por algo assim, nunca mais será o mesmo. No entanto, o céu também se nos abre, ainda que de outras formas. Um dos modos é quando o nosso entendimento espiritual se amplia e passamos a compreender melhor a Bíblia. Ele também se abre para nós quando a nossa vida de oração é desenvolvida e passamos a ver o mundo de forma diferente, como resultado da nossa comunhão com Deus. Isso significa que a abertura dos céus representa para cada um de nós a revelação de coisas que nos estavam ocultas, mas que, pela nossa atitude de fé e obediência a Deus, nos foram reveladas.

2 – Jesus Viu O Espírito Santo Descer Sobre Ele
Até o presente momento, Jesus vivia como Filho de Deus, mas sem o devido poder para realizar Suas obras (lembre-se para viver entre nós como um homem sujeito às mesmas coisas que qualquer ser humano). Mas, a partir da experiência de ser batizado no Espírito Santo, passou a caminhar na terra como um homem sobrenatural, cheio da graça e da manifestação do poder de Deus. O ato de obediência da parte de Jesus, que se submeteu ao batismo nas águas por determinação do Pai, abriu as portas celestiais, para que, de lá, recebesse o Maravilhoso Espírito Santo. Foi por meio dEle que Jesus realizou curas e milagres sobrenaturais. Atos 10:38 diz: “Concernente a Jesus de Nazaré, como Deus o ungiu no Espírito Santo e com poder; o qual andou por toda a parte, fazendo o bem e curando a todos os oprimidos do diabo, porque Deus era com Ele”. Mas, foi por meio da obediência que Jesus teve a liberação do Espírito de poder. Sua atitude de obediência é relatada em Hb 5.8-9 “Embora fosse o Filho de Deus, Ele aprendeu, por meio dos seus sofrimentos, a ser obediente. E, depois de aperfeiçoado, tornou-se a fonte da salvação eterna para todos os que lhe obedecem”.

3 – Jesus Ouviu a Voz do Pai
Quem não gostaria de ouvir a voz de seu pai dizendo: “Tu és o meu Filho querido e me dás muita alegria?” O Pai sabia, de antemão, por quantas lutas seu Filho passaria na terra. Calúnias, injúrias, sofrimentos, perseguição, traição, negação, ainda estariam por vir. E sabia também que, como homem, Jesus estaria sujeito a muitas feridas de alma. Por isso, antes que tudo acontecesse, o Amoroso Pai procurou deixar bem claro o que seu Filho representava para Ele. Essas palavras foram como bálsamo para Aquele que decidiu dar a Sua vida por nós. A certeza de que Seu Pai o amava em qualquer circunstância, e de forma incondicional tinha prazer nEle, foi a Sua base de sustentação em todo o Seu ministério. Havia uma motivação maior que estava acima de qualquer adversidade, e que o impelia até o fim: O grande amor que o Pai lhe tinha.
A mesma convicção do amor divino para conosco, é a que devemos buscar para nossas vidas a cada dia. Estar certos do seu cuidado, zelo e amor para conosco, gera em nós maior confiança de que podemos viver o nosso o nosso dia-a-dia tendo sobre nós um olhar sempre atento, compassivo e protetor. Ouça, portanto, Sua voz dizendo a você: “Com amor eterno te amei...”.

Um ato de obediência pode desencadear uma série de bênçãos consecutivas. Primeiramente, a abertura dos céus, trazendo uma compreensão nova no Reino de Deus. Depois, uma experiência sobrenatural com o Espírito de Deus, resultando nas manifestações dos dons, e numa vida revestida de poder e autoridade do Alto. E, por último, a declaração: “Tu és o meu filho querido e me dás muita alegria!

DESAFIO: CONVIDAR TRÊS PESSOAS PARA A PRÓXIMA SEMANA E FAZER ALGO IMPORTANTE PARA ESSAS PESSOAS, QUE CHAME A ATENÇÃO!

INFORMAÇÕES: ENCONRO COM DEUS DIA 12/06/09 (SEXTA FEIRA) SAÍDA ÀS 20 HS.
CONVIDAR OS FAMILIARES PARA IREM A IGREJA DOMINGO NA VOLTA DO ENCONTRO. 17 HS E 19 HS.
CAMPANHA QUINTA FEIRA : UM HOMEM E UMA MULHER SEGUNDO O CORAÇÃO DE DEUS ÀS 20HS NA IGREJA.
DIA 10 ( QUARTA FEIRA) COMEMORAÇÃO DOS NAMORADOS (CASADOS), PISTA DE DANÇA.

Nenhum comentário:

Postar um comentário